Leila

Do pouco que a conheci
Sei que há mais;

Os conceitos que antes
Percorria em mim…
Hoje deu lugar a tê-la como és.

Aos olhos azuis cheios de Ternura,
Simplicidade …
Lábios desejosos de prazer.

Ah quem diga que não existe
Poeta sem musa…
Desperte-Me – direi a Ti.

O Verso da amada que de mim,
Se fez distante;
“Venha me ver quando puderes”
Doces palavras ao me encontrar.

O beijo seu é amargo,
Amargo o sabor…

Terei seu corpo e nesse momento 
Sou seu.


Jason Almeida


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: