Se é pra amar,

Que seja seus cabelos desarrumados ao acordar, Seu rosto marcado pelos lençóis ... A marca dos anos em seu rosto.  O jeito bobo como você me olha, Seu sorriso tímido, Seus erros que são mais que poemas... Por que insistes em perguntar qual roupa fica melhor em você? Amo sua voz desafinada cantando Caetano...

Anúncios

Contando os Dias,

Na madrugada, no pouco tempo que restava, ansiedade percorria minha alma em busca de refúgio, não recordo exatamente o horário em que estava na frente no computador, talvez 4:00 da manhã, isso mesmo, nesse período ia pra a cama perto do amanhecer. Dinheiro curto, contando com a ajuda dos pais, sorte tenho por contar com... Continue lendo →

Cotidiano a flor da pele,

Trovões, a porta do banheiro entre aberta, lá fora a chuva bate forte ao chão. É madrugada, os trovões trazem para o quarto leves feixes de luz como a quem percorre o ambiente em visita, esse é o quarto de Carlos, permita me apresentar, eu como narrador pretendo nessa madrugada compor a rotina do mesmo,... Continue lendo →

Leila

Do pouco que a conheciSei que há mais;Os conceitos que antesPercorria em mim...Hoje deu lugar a tê-la como és.Aos olhos azuis cheios de Ternura,Simplicidade ...Lábios desejosos de prazer.Ah quem diga que não existePoeta sem musa...Desperte-Me - direi a Ti.O Verso da amada que de mim,Se fez distante;"Venha me ver quando puderes"Doces palavras ao me encontrar.O... Continue lendo →

Tempos de Criança

Lhe apresento Nessa, com o peito repleto de energia a correr sozinha ao encontro da lagoa. Lembro como hoje, a água limpa e bela, os pequenos peixes, a dança das árvores, quem sabe retorne para o braços que deixei por perto do pé de cajú. Sombra que delicia, o violão, o vento e o cantar... Continue lendo →

Renata

Quem saiba lhe venha o desejoCaso o café esteja sobre a mesa.A mão macia, bela e nua. Olhos vivos, que ao óculos esteve a vestir.Dentes protegidos pelos lábios, Suave beleza. No vasto calor do verão, o perfume Cria forma e vida, Saindo de ti percorrendo ruas, Até que eu à encontre. Pobre alma, carente por... Continue lendo →

Joana à Beira Mar

 Eterno riso que perdura a margem, Percorre céus, canta mares Sabendo que do Tempo nada se Fez. Ah! Que o Verão resplandeça As lágrimas do frio de outrora. O filho sobre o peito aconchega o carinho. Daqui pra lá, muito se há se fazer, Ouviste bem! Porém, estando o véu ao pés da fome, Quem... Continue lendo →

Drink Amargo de Paz

Sentado em frente a TV ofereci um drink à dor... Ela Riu.... Chamei meus inimigos para confraternizar, eles disseram não.O Mundo Gira O Mundo Gira Tudo GiraOs comprimidos me acalmam... Talvez não esteja aqui..O Mundo Gira Ele Gira Novamente...Na TV um programa idiota sobre riquinhos e suas prostitutas. Os Comprimidos me acalmam...Não se preocupe, Estou... Continue lendo →

Te Vi

Te vi rastejar pra longe de mim, Devorei cada mentira e verdade que havia em mim, Mesmo senti eu, os dias me avisaram. A Esquina lhe beijou O futuro tocou suas mãos As noites são mares dos olhos teus, Olhos negros que o dia me rouba Toda Manhã. O dia sobre o outro dia, Rastejando... Continue lendo →

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.

Acima ↑